SUE OBRIEN DENUNCIA ABUSO E EXPLORAÇÃO NA COMUNIDADE BRASILEIRA

  • 31/12/2022
  • 0 Comentário(s)

SUE OBRIEN DENUNCIA ABUSO E EXPLORAÇÃO NA COMUNIDADE BRASILEIRA

Sue Obrien é mediadora judicial no estado de Massachusetts, filha de mãe americana e pai Carioca, é ativista há 18 anos em defesa da comunidade brasileira. Diante de tantos casos de denúncia de exploração por parte dos brasileiros dentro da própria comunidade, Sue decidiu lançar a campanha nas redes sociais: “Falar não ao Bullying Imigratório”.

Sue faz uma séria denúncia sobre abusos por parte de brasileiros documentados, que estão fazendo bullying, humilhando extorquindo e muitas vezes ameaçando e intimidando as pessoas que não tem documentos. “Aqui existe o poder judicial que é muito justo e que funciona. Portanto, seja qual for o equívoco que as pessoas estão passando, o método de se resolver não seria por meio de ameaças intimidatórias de deportação, mas sim, procurar o sistema judicial para que possa resolver”.

A mediador judicial nos conta sobre um caso de intimidação onde o cliente dela foi intimidado por outro brasileiro que tem o Greencard, que ele seria deportado se não pagasse a última parcela do carro que estava devendo. Ou seja, o vendedor que é um brasileiro documentado, ameaçou o comprador, um brasileiro indocumentado por não ter pagado a última parcela do carro.

A ativista faz uma advertência: “Isso é uma coisa muito séria. Isso tem que parar, temos que manter a ordem, a paz e o amor. Principalmente na comunidade. A comunidade vem sofrendo muito bullying, uma comunidade de certa forma esquecida porque ainda não existe uma lei de legalização para as pessoas que estão aqui há muitos anos. É um sofrimento desnecessário e mais uma dor que a pessoa vem sofrendo e que ela não precisaria sofrer, ainda mais provocada pelo próprio conterrâneo”.

O jornal Brazilian Times vem acompanhando esses casos de abuso dentro da comunidade, como exploração da mão de obra barata, falta de pagamento, cobranças abusivas por serviços. Brasileiros que estão aqui há mais tempo se aproveitando do medo e da ingenuidade dos recém-chegados. Importante ressaltar que mesmo sendo indocumentado a pessoa tem direito à justiça, ou seja, o fato de ser indocumentada não a impede de denunciar e reclamar os seus direitos. A justiça existe para todos e os meios de comunicação são caixa de ressonância para fazer essas denúncias, portanto, denunciem os abusos.


#Compartilhe

0 Comentários


Deixe seu comentário








Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Top 10

top1
1. Deus Proverá

Gabriela Gomes

top2
2. Algo Novo

Kemuel, Lukas Agustinho

top3
3. Aquieta Minh'alma

Ministério Zoe

top4
4. A Casa É Sua

Casa Worship

top5
5. Ninguém explica Deus

Preto No Branco

top6
6. Deus de Promessas

Davi Sacer

top7
7. Caminho no Deserto

Soraya Moraes

top8
8.

Midian Lima

top9
9. Lugar Secreto

Gabriela Rocha

top10
10. A Vitória Chegou

Aurelina Dourado


Anunciantes